fbpx
Google Vagas De Empregos e Estágios

Google anuncia que deixa de vender anúncios com base em histórico até 2022

Google A Google Marketing Digital anuncia que vai deixar de vender anúncios com base em histórico do visitante até 2022.

Você que está lendo certamente já se deparou com a seguinte situação: num momento, você pesquisa, por exemplo, modelos e marcas de smartphone no Google, clicando eventualmente em alguns sites para conferir maiores informações. Em seguida, você segue sua navegação normal em redes sociais ou noutros sites e acaba vendo repetidamente propagandas de smartphones, vários bem parecidos com aqueles que você acabou de pesquisar. E isso pode durar dias ou semanas.

De acordo com a Google, esse tipo de situação irá ter fim em breve. No próximo ano, para ser mais exato.

A situação hipotética, porém muito comum descrita acima, ocorre porque a Google, maior empresa de propaganda digital do mundo, a anos tem a política de permitir que sites usem cookies de terceiros para rastrear atividades individuais dos usuários. O cookie, para quem não sabe, aplicado à internet,  é um pequeno arquivo de computador ou pacote de dados enviados por um site para o navegador do usuário, quando o utilizador visita um site.

Com base nesses pacotes, associado a outras técnicas de marketing digital, é que anúncios cada vez mais personalizados são criados por empresas, direcionando propagandas de diversos produtos de acordo com hábitos de navegação na internet de cada usuário.

Com o anúncio que foi feito nesta quarta-feira (03) através de seu blog oficial, a Google declarou que até o ano de 2022 vai parar de vender anúncios baseados no histórico individual de navegação dos usuários. Isso deverá impactar bastante na indústria do marketing digital, além da própria privacidade de usuários na rede.

Privacidade de usuários

O anúncio foi feito no blog da Google, sendo bastante claros em declarar que tal negócio não será sustentável a médio e longo prazo. De acordo com o anúncio, a publicidade digital deverá evoluir de maneira a preservar a crescente preocupação de usuários com sua privacidade.

Diante disso, a Google também anunciou que não irá mais desenvolver ou usar tecnologias que permitam que as pessoas sejam identificadas ao navegar na web.

Publicidade por grupos

A venda de anúncios é a principal fonte de receitas do Google, e é aquilo que também mantém a empresa a anos entre as maiores do mundo. A título de informação, a Google ganhou US$ 46,2 bilhões no 4º trimestre de 2020 com publicidade digital, o que representa 82% de seu faturamento.

De maneira a manter os ganhos com publicidade digital, a Google disse estar trabalhando em uma forma de “esconder” as pessoas, agrupando usuários com comportamentos semelhantes. Dessa forma, por exemplo, a publicidade digital terá de se adaptar a uma lógica de anúncios voltados a grupos de usuários com históricos semelhantes ao invés de “personaliza-los”, como acontece hoje.

A empresa planeja realizar testes de venda de espaços publicitários segundo esse método no 2º trimestre de 2021.

Folha Sudoeste


Leia Este

Etec Cursos Gratuitos Governo SP

Inscrição Cursos Gratuitos Etec Em São Paulo 2022

Cursos Técnicos Gratuitos Etec em São Paulo Você por acaso já conhece os cursos da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *