fbpx
Auxílio Emergencial

Prorrogado Cartão Mais Inclusão Programa Social De Sergipe

Auxílio EmergencialO programa  Cartão Mais Inclusão – CMAIS é um programa de transferência de renda instituído pela Lei nº 8.664 de 25 de março de 2020, proposta Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (SEIAS), e que foi aprovado em 2020. De lá pra cá, vem beneficiando várias famílias do Estado do Sergipe.

Inicialmente, o CMAIS foi criado como uma iniciativa de caráter temporário e emergencial em função da pandemia do novo Coronavírus. Assim, ele foi pensado com o objetivo de atender à população em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional, mitigando os efeitos da pandemia da Covid-19. Contudo, o programa se tornou permanente.

Isso aconteceu quando em 17 de fevereiro, os deputados estaduais sergipanos aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei nº 321/2020, que dispõe sobre a reestruturação do programa CMAIS. O programa, que distribui R$ 100,00 mensais para que as famílias enquadradas na extrema pobreza pudessem comprar gêneros alimentícios na rede credenciada Banese, foi tornado permanente como mecanismo de combate à pobreza e assistência social no Sergipe. Diante da indefinição do governo quanto ao auxílio emergencial, o programa tem beneficiado milhares de famílias em todo o Estado.

De início, era previsto que o CMAIS funcionasse até dezembro de 2020. Contudo, o benefício foi estendido e se tornará permanente para um número pré-determinado de famílias.

Acesso ao CMAIS

As regras de acesso ao CMAIS foram definidas desde a sua lei de criação e não foram alteradas com sua reestruturação. Assim sendo, para receber o benefício, é necessário que o beneficiário atenda a três critérios:

De maneira a operacionalizar o programa, a SEIAS dividiu a execução do CMAIS com os gestores da Assistência Social de todo o Estado na Comissão Intergestores Bipartite – CIB e, desde os meses iniciais do programa, atuou em parceria com as secretarias municipais de Assistência Social. Isso serviu, por exemplo, para a identificação do público atendido e na entrega dos cartões após a checagem de compatibilidade dos perfis com as informações constantes no CadÚnico.

Evolução

No início, o CMAIS foi criado prevendo uma duração de quatro meses, começando em abril de 2020. Porém,  29 de junho de 2020, o Decreto nº 40.622 prorrogou o CMAIS por dois meses. Depois,  em 11 de setembro, o Decreto nº 40.665 estendeu o benefício por mais dois meses. Além disso, em 02 de outubro, a Lei nº 8.761 alterou a Lei nº 8.664, renovando por até seis meses o período de concessão.

Depois disso, com a aprovação do Projeto de Lei nº 321/2020 em 17 de fevereiro de 2021, o programa passou a ter caráter permanente.

Folha Sudoeste


Leia Este

Tempo de Aprender Curso De Alfabetização

Tempo De Aprender Cursos Para Desenvolvimento Da Educação

Programa Tempo De Aprender Cursos Para Desenvolvimento Da Educação disponibilizado pelo MEC de forma gratuita …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *