fbpx
7% da população não conseguiu Auxílio por falta de celular

7% da população não conseguiu Auxílio por falta de celular

Uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas revelou que pelo menos 7% da população não conseguiu solicitar Auxílio Emergencial por não possuir um celular ou mesmo por que a falta de conexão com Internet não possibilitou pedir o Auxílio.

E essa taxa é ainda maior quando se considera apenas os pobres. Entre as pessoas das classes D e E, apenas 20% conseguiram o benefício. Mas e por que é necessário uma conexão de Internet ou um celular para se inscrever no Auxílio? Isso acontece por que o cadastro é feito pelo site oficial da Caixa ou através do app Caixa Tem, além de ser necessário ter um celular para receber mensagens por SMS do Governo.

Exclusão digital

Desde o início dos pagamentos do Auxílio Emergencial ainda no ano passado, muito se falou sobre a questão da exclusão digital. E isso não acontece apenas para quem não conseguiu solicitar o benefício, mas também para quem conseguiu.

Quem não tem conexão na Internet, não tem como mexer no dinheiro do Auxílio até o momento da liberação dos saques. Em alguns casos, as pessoas precisam esperar até duas semanas para realizarem o saque dos valores.

Para quem está precisando usar o dinheiro no período mais curto possível, esse período de duas semanas realmente não é algo positivo. O atual Presidente da Caixa, Pedro Guimarães, deu uma declaração recente dizendo que boa parte dos brasileiros utilizam o Caixa Tem, mas não falou nada sobre a exclusão digital.

Indo além do Auxílio Emergencial

Como dizemos, não se tem muito o que fazer em relação ao Auxílio Emergencial. O Governo parece ter preocupação com programas futuros, como o Bolsa Família. O Presidente Jair Bolsonaro deu declarações afirmando que o Bolsa Família atual será muito mais digital do que o atual, desde o período de inscrição que irá ser feito pela Internet.

Quem não puder utilizar desde sua casa um dispositivo móvel ou computador, poderá se dirigir a uma ponto físico como uma Prefeitura para fazer o seu cadastro.

Por conta disso que existe um temor por parte das pessoas que estão excluídas digitalmente, que elas voltem a sofrer com esses problemas. Porém o novo Bolsa Família ainda não passou por uma aprovação, portanto as inovações tecnológicas estão em fase de estudo.

Debate sobre a extensão do Auxílio Emergencial

Muito se debate sobre a extensão do Auxílio Emergencial. Perguntado sobre isto, o Ministro da Economia Paulo Guedes disse que o Auxílio pode sim ser prorrogado, porém irá depender da situação da pandemia. E se a pandemia recuar, é provável que o novo Bolsa Família seja lançado.

O Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, defendeu a extensão do Auxílio Emergencial para até no máximo julho deste ano. Depois o plano seria de implementar um programa social “permanente no Brasil”. Mas os planos do Governo em si são um pouco diferentes do que pensa Pacheco, e a pasta da Economia estuda prorrogar o Auxílio até no mínimo agosto.

O valor atual do Bolsa Família atualmente é de R$ 250, que é maior que o pagamento mínimo do Auxílio Emergencial: R$ 150.

Folha Sudoeste


Leia Este

Conecte SUS Controle De Vacinas

Comprovante Da Vacinação Pelo Conecte SUS

Conecte SUS Aplicativo para fazer Cadastro De Vacina Para Covid-19 conforme o calendário vigente e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *