Home / Nos Estados / Bahia / Influenciadores e Marketing De Influência Cenário Publicitário Brasileiro

Influenciadores e Marketing De Influência Cenário Publicitário Brasileiro

No Brasil, o perfil do influenciador nas redes sociais já está consolidado nas estratégias de marketing das marcas e se transformou em um dos maiores mercados de publicidade offline e online. Segundo a pesquisa, 49% das empresas brasileiras agregam os influenciadores às suas campanhas.

Médicos, advogados, engenheiros, agricultores e outros profissionais especializados já saíram do radar das grandes corporações e perderam espaço para os influenciadores na busca por publicidade. O levantamento apontou que já são mais de 500 mil influenciadores no País, número maior que a quantidade de engenheiros civis ou dentistas.

Influenciadores de todos os estilos e tamanhos, de um mero influenciador a até celebridades reais ou virtuais, vem movimentando o cenário publicitário brasileiro. Uma das influenciadoras que faz mais sucesso no Brasil, Virgínia Fonseca, conta com mais de 11 milhões de seguidores em sua conta de Instagram. Logo em seguida, com 10,7 milhões de seguidores, Gkay é outro destaque no mercado de influenciadores(as).

O resultado da pesquisa trouxe à tona que há uma necessidade de padronização na hora de cobrar seus serviços como influenciador. Segue abaixo, conforme a Influency.me, quais são os critérios mais seguidos pelos influenciadores no momento de definir quanto cobram por um story ou post:

– Visualizações: 29% dos influenciadores solicitam pelo menos um valor correspondente à quantidade de visualizações que o post pode alcançar.

– Marca Interessada: 20% dos influenciadores decidem um valor de acordo com a marca que se interessar pela ação publicitária. Para 76% das marcas, a taxa de engajamento é considerada a principal métrica levada em conta na hora de escolher o influenciador ideal

– Desconhecimento do Valor: 21% dos influenciadores ainda não sabem bem como precificar seus serviços.

Fatores importantes para fechar parcerias são levados em consideração, como afinidade com os valores da marca, liberdade para criação de conteúdo e aderência do conteúdo ao público do influenciador. Conforme Rodrigo, CEO da Influency.me “É sempre bom lembrar que o influenciador define seu preço, mas quem define a contratação é a marca. Então é importante estar aberto para negociações que beneficiem os dois lados da moeda. Não adianta cobrar um valor altíssimo, se nenhuma marca estiver disposta a pagar por isso”.

O momento da pandemia trouxe a necessidade de um novo olhar sobre os profissionais de influence marketing, que passam por um período de desafios para se manterem competitivos e relevantes em suas áreas. Para tornar seus serviços ainda mais atrativos, diversos influenciadores vêm aprimorando seu conteúdo e reavaliando o preço de seus posts e stories.

Diante de tantas possibilidades e apegados com a realidade de mercado, os influenciadores buscam alcançar sucesso e carreira sem ferir sua credibilidade, pois a longo prazo, o reconhecimento que seus serviços vieram a proporcionar será o que mais importa. Mas, veja abaixo uma jeito para calcular os valores:

Uma Maneira De Calcular 

O CPM também é a métrica utilizada pelo YouTube para remunerar os produtores de conteúdo. Lá, a cada mil pessoas que assistem a um anúncio, o dono recebe determinado valor.

Como calcular o Custo Por Mil Visualizações (CPM)
Fonte: pesquisa Influency.me 2022/2023

Exemplo de cálculo do CPM: CPM = R$ 20.000/50.000 visualizações x 1.000 = R$ 40 por mil visualizações.

Texto baseado na Release da Flávia Salmázio da Trama Web Comunicação.

Deixe Uma Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Pesquise No Site Aqui

Categorias Folha Sudoeste

x

Check Also

Cursos Rápidos Com Certificado Bem Em Conta

Curso Rápido Com Certificado Bem Em Conta Confira

Encontrar um curso que seja rápido, com certificado e que caiba no bolso nem sempre ...