fbpx
Procura por estágio na pandemia cresceu significativamente

Procura por estágio na pandemia cresceu significativamente

A pandemia do CORONAVÍRUS, fez com que o ser humano muda-se, radicalmente a sua vida. Um exemplo disso é que várias pessoas perderam seus empregos, fazendo assim muitas famílias passarem por necessidades financeiras muito graves.

Com o passar dos meses, a busca por estágio aumentou, e essa busca nada mais é, para ajudar a se ter um orçamento extra para a renda familiar, de acordo com dados apresentados pelo Ciee. O CIEE do estado do Rio de Janeiro que em meio a pandemia da COVID-19, registou uma mudança referente a postura dos estudantes de ensino médio e de ensino superior das instituições educacionais de seu estado, fazendo eles buscarem uma oportunidade no mercado das corporações.

Busca por estágio se deve principalmente para complementar renda

A busca por esse novo estágio, não se tem mais a função somente para a busca de aprendizagem, mas sim para ganhar um dinheiro extra para completar a renda familiar. Geralmente as bolsas-auxílio, assim como são chamadas as suas devidas remunerações, é na média de mil reais mensais, com uma duração de no máximo de 24 meses (dois anos), podendo em alguns casos o estagiário ser até mesmo efetivado.

Um estudo feito, mostra que na maioria das entrevistas que participam os futuros estagiários eles mostram que um dos motivos que procuram o estágio, é para o complemento da renda familiar, mostrando total preocupação em ajudar com as despesas domésticas. A psicóloga do CIEE/RJ, relata o seguinte:

“O que eu percebo é que a questão financeira está pesando bastante e tem sido colocada logo no início da conversa com o recrutador. O estágio virou uma fonte de renda para três em cada três candidatos cadastrados no CIEE/Rio. Eles querem e precisam ajudar em casa. Muitos estão com os pais desempregados, outros moram sozinhos e precisam da bolsa-auxílio para se manter e até para pagar os estudos”, justifica a profissional”

“Os estudantes estão conscientes da importância do estágio para o desenvolvimento profissional, mas a questão financeira virou peça-chave, e o estágio se tornou a única fonte de renda para a grande maioria dos jovens nessa crise agravada pela pandemia.” Conclui assim a analista Aline Rocha.

Números apresentados no Rio de Janeiro

Com isso no Rio de Janeiro mais precisamente no ano de 2020, se teve uma retração em relação ao número de estagiários de 36,7% em relação ao ano de 2019. As boas novas são, que isso fez o mercado crescer em 28,1%, no primeiro bimestre do ano de 2021 em relação ao comparativo ao quarto bimestre do ano de 2020. E se tem uma grande esperança, de que até o final de 2021, dobre o crescimento das vagas.

O superintendente do CIEE/RJ Paulo Pimenta, comunica que pela projeção feita pelo pessoal do CIEE, é que se manter esse movimento em uma ascendência, deve surgir no estado do Rio de Janeiro até o fim do ano de 2021, uma grande oferta de vagas para estágio, em todo o estado, e o melhor ainda, em praticamente todos os cursos e todos os níveis de escolaridade.

Você pode buscar uma vaga de estágio, entrando no site do CIEE, que cujo tem presente em todos os estados do Brasil.

Folha Sudoeste


Leia Este

Etec Cursos Gratuitos Governo SP

Inscrição Cursos Gratuitos Etec Em São Paulo 2022

Cursos Técnicos Gratuitos Etec em São Paulo Você por acaso já conhece os cursos da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *