fbpx
Calendário Auxílio Emergencial 2021 Atualizado

18 estados e 16 capitais têm auxílio emergencial próprio

Estados Criam Seus Próprios AuxíliosO governo federal interrompeu o pagamento do auxílio emergencial no final de 2020. Depois de uma longa espera, mesmo no ponto mais crítico da pandemia, em restabelecê-lo, seu valor extremamente baixo ainda gera bastante críticas, sobretudo diante dos aumentos de níveis de pobreza e insegurança alimentar no Brasil. Diante disso, estados e municípios no Brasil têm tomado frente nas medidas de assistência social, criando seus próprios auxílios emergenciais.

Um levantamento feito pelo site jornalístico Poder 360 mostrou que, atualmente, são 18 estados da federação, mais o Distrito Federal, além de 16 capitais que adotaram seus próprios auxílios.

Além disso, em oito das unidades da federação o valor pago por mês por meio de auxílio governamental supera ou pode superar dentro de determinadas circunstâncias a quantia paga pelo auxílio federal, da gestão do presidente Jair Bolsonaro: são os estados do Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Pará, Piauí, Rio Grande do Sul e São Paulo.

O mesmo acontece com algumas capitais: são 16 que oferecem auxílios emergenciais, sendo que em pelo menos três as parcelas são superiores às federais: Salvador, Belém de São Luís. Em pelo menos 7 Estados e 3 capitais é possível acumular o benefício local com o auxílio emergencial do governo federal. Alguns ainda precisam de legislação específica quanto a isso.

Outras medidas de assistência

Além de pagamentos de auxílios, governos estaduais e prefeituras enfrentam os problemas sociais causados e/ou agravados pela pandemia com algumas outras medidas de assistência social. Belo Horizonte, por exemplo, destina desde março de 2020 uma cesta básica por família com criança matriculada na rede pública municipal e já anunciou que a medida continuará até o final de 2021.

Já a Prefeitura de Boa Vista (RR) isentou taxas municipais e deu desconto no IPTU. O governo estadual de Pernambuco lançou uma linha de crédito para apoiar o capital de giro de micro e pequenas empresas. O Maranhão, por sua vez, criou auxílio voltado para trabalhadores nos setores de bares, restaurantes e eventos, ao passo que o governo da Paraíba incluiu entregadores de aplicativos entre os grupos prioritários para o seu programa de CNH Social.

Valores baixos do novo auxílio federal

O valor médio de R$ 250 do auxílio emergencial federal compra apenas 56% da cesta básica na capital em que o valor dos alimentos é mais barato, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos(Dieese). A pesquisa pode ser lida aqui.

Além disso, é preciso ressaltar que muitos dos trabalhadores que irão receber o auxílio terão acesso a valores ainda mais baixos, o que torna a situação ainda mais complexa.

 

Folha Sudoeste


Leia Este

Via Rápida Cursos Abertos

Cursos e Empregos Do Via Rápida Com Bolsa Auxílio

O programa Via Rápida 2021 foi criado pelo governo de São Paulo dentro de um …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *