Home / Geral / Novo concurso do TJ MG prevê vagas nível médio para o cargo de Oficial Judiciário

Novo concurso do TJ MG prevê vagas nível médio para o cargo de Oficial Judiciário

Tribunal estipula remuneração inicial de R$ 3.264,98, seguido de benefícios e gratificações. A divulgação do edital está prevista para o primeiro semestre de 2023, visando antecipar o tempo antes da realização das provas.

Atenção, concurseiro! O Termo de Referência, espécie de projeto básico com informações preliminares para a elaboração do edital do concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ/MG), prevê vagas de nível médio para os cargos de Oficial Judiciário.

Segundo o próprio TJ/MG, através da Gerência de Estágios e Concursos (Gescon) do Tribunal, deve ser confirmado no Termo de Referência cargo de Oficial Judiciário em duas especialidades. São elas: 

  • Oficial Judiciário;
  • Comissário da Infância e Juventude.

O novo certame, assegurado em novembro deste ano, durante reunião com sindicatos e representantes do TJ/MG, estipula remuneração inicial de R$ 3.264,98, seguido dos demais benefícios e das gratificações ofertadas pelo plano de carreira do TJ/MG. Estima-se, também, que o edital seja divulgado ainda no primeiro semestre de 2023. 

Entenda como ocorre o desenvolvimento do Termo de Referência até à contratação da banca organizadora do Concurso Público

O Termo de Referência é utilizado para fins de licitação para a escolha da banca organizadora do concurso. De acordo com o TJ/MG, o processo licitatório deve ser realizado dentre pouco tempo. Após concluído, será encaminhado à Diretoria Executiva da Gestão de Bens, Serviços e Patrimônio, a Dirsep, para que ocorra a devida licitação. 

Veja como foi o último concurso do TJ MG

O Concurso do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais foi anunciado em junho deste ano. Ao todo foram disponibilizadas 284 vagas com cargos para nível médio e superior. Confira a lista:

Nível médio – oficial judiciário nas especialidades de:

  • Oficial de justiça (tem como requisito apenas o ensino médio completo): 59 vagas;
  • Assistente Técnico de controle financeiro (tem como requisito o curso médio/técnico de Contabilidade): 2 vagas.

Nível superior – analista judiciário nas especialidades de: 

  • Administrador (requer graduação em Administração ou Gestão Pública): 1 vaga;
  • Analista de Tecnologia da Informação (requer graduação em Tecnologia da Informação e experiência mínima de dois anos na área): 8 vagas;
  • Analista Judiciário (requer graduação em Direito): 69 vagas;
  • Assistente Social (requer graduação em Serviço Social e registro no órgão competente): 106 vagas;
  • Bibliotecário (requer graduação em Biblioteconomia e registro no órgão competente): 2 vagas;
  • Contador (requer graduação em Ciências Contábeis e registro no órgão competente): 1 vaga;
  • Enfermeiro (é preciso ter graduação na profissão e o registro comprovado no órgão competente): 1 vaga;
  • Engenheiro Civil (requer graduação em Engenharia Civil e registro no órgão competente): 1 vaga;
  • Engenheiro Eletricista (requer graduação em Engenharia Elétrica e registro no órgão competente): 3 vagas;
  • Engenheiro Mecânico (requer graduação em Engenharia Mecânica e registro no órgão competente): 3 vagas;
  • Médico (requer graduação em Medicina e registro no órgão competente): 4 vagas;
  • Psicólogo (requer graduação em Psicologia e registro no órgão competente): 23 vagas;
  • Revisor Jurídico (requer graduação em Letras ou Direito e registro no órgão competente): 1 vaga.

As remunerações variam de acordo com a escolaridade, sendo de R$3.264,98 para Oficial Judiciário (nível médio) e R$5.113,09 para Analista Judiciário (nível superior).

Deixe Uma Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Pesquise No Site Aqui

Categorias Folha Sudoeste

x

Check Also

Estabilizador de Celular Eficiente

Estabilizador Para Celular Bem Eficiente e Barato

Se você é apaixonado por fotografia e fazer vídeos para tiktok, sua rede social ou ...