fbpx
O que pode acontecer se você recebeu o Auxílio Emergencial de forma indevida?

Auxílio Emergencial por mais 3 meses? Veja a nova proposta de Guedes

O Ministro da Economia, Paulo Guedes confirmou que o Auxílio Emergencial vai ser prorrogado por mais 03 (três) meses. Porem no mesmo instante o ministro comunicou, que pode também ser estendida a duração do auxílio.

Um dos motivos para a prorrogação do Auxílio Emergencial, é que a pandemia do novo coronavírus ainda está atingindo e matando muitos brasileiros. Mesmo falando que o auxílio poderá ter a possibilidade de ser prorrogado, tudo também irá depender, de acordo com Paulo Guedes, tudo vai se desenrolar conforme o avanço e do ritmo de vacinação contra a COVID-19 em território brasileiro.

Disse o Ministro: “Todos os governadores estão dizendo que toda a população adulta estará vacinada no final de setembro. Se isso não acontecer, a gente estende o auxílio emergencial. Nós estamos estendendo para agosto e setembro. Se for necessário, estenderemos mais”

Pensamento do Ministro segue o Governo Federal

O pensamento de Guedes, segue a linha de que o Governo Federal só irá parar com o pagamento do auxílio emergencial, assim que toda a população adulta brasileira, estiverem todos vacinados contra a COVID-19. Para certos governadores, anunciaram que iram manter o auxílio, somente até o mês de outubro desse ano, no mesmo mês em que pretendem vacinar toda a população de seus estados.

Um caso é o do Estado de São Paulo, o Governador João Dória (PSDB). Em uma coletiva concedida, disse que nos próximos meses toda a população de São Paulo em especifica a população adulta do Estado. Na mesma partida, seu colega de partido, o Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) deu um comunicado semelhante, confirmando que planeja vacinar toda população adulta do seu estado até os próximos meses.

Conforme dito, a vacinação irá definir o futuro do auxílio, todavia a grande questão é que os especialistas em saúde pública não apresentam tal otimismo. Eles afirmam que o país não ira cumprir com compromisso de vacinar toda a população adulta, pois existe uma grande variante apresentada nessas condições.

“Não adiante o estado de São Paulo vacinar toda sua população adulta nos próximos meses, se o restante do país não conseguiu acompanhar o ritmo deles”, disse Guedes. Ao contrário de Paulo Guedes, vários governadores não prometeram nenhuma conclusão sobre a vacinação.

Auxílio depende do avanço da vacinação

Além do mais, pode se ter em mente que várias pessoas não vão querer se vacinar, e isso pode fazer que várias variantes do vírus cresçam, fazendo assim que a pandemia pare de crescer no Brasil.

Enquanto Paulo Guedes faz as declarações sobre o auxílio, o Presidente da república, Jair Messias Bolsonaro fez críticas severas as pessoas que estavam pedindo para que prorrogassem o auxílio emergencial. Agora dentro do Planalto, se tem informações que o foco agora é um investimento pesado no novo Bolsa Família.

O próprio Jair Bolsonaro disse que a média dos pagamentos iriam subir de R$ 190,00 (cento e noventa reais) para R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais).

Hoje em dia sabe-se que ele quer subir ainda mais a média, fazendo ir para R$ 300,00 (trezentos reais) o patamar do novo Bolsa Família. Pois bem, como Guedes anunciou a prorrogação do auxílio, pode ser que o novo projeto para o Bolsa Família, demore um pouco mais, para sair do papel.

Folha Sudoeste


Leia Este

Grife De Luxo Christian Dior

Coleções De Luxo Da Grife Christinan Dior

O criador da Christian Dior S.A, chamado Christian Dior (Nascido em 1905 e falecido em …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *