fbpx

Alimento Solidário em São Paulo

Alimento Solidário em São Paulo

A governador João Dória tratou de anunciar no dia oito de abril o lançamento do Programa Alimento Solidário, que foi uma medida criada para ajudar as pessoas que possuem uma renda mais baixa em meio a pandemia do corona vírus.

O intuito do programa é entregar pelo menos um milhão de cestas alimentícias a mais de quatro milhões de cidadãos que se encontram na situação da pobreza ou pobreza extrema, e todo o investimento das cestas já passou da merca de cem milhões e vem por meio do setor privado.

As cestas são uma contribuição de quarenta e oito dirigentes diferentes, das empresas brasileiras e internacionais, que foram muito solidários em ajudar os cidadãos que mais precisam.

O projeto se articulou por meio da Secretaria do desenvolvimento Social, e contou com o apoio do Fundo social de SP, com a Invest. SP, e com a Secretaria do desenvolvimento Econômico, veja no link o Programa: www.sdr.sp.gov.br/3796/.

As cestas devem começaram a ser distribuídas no dia 17 de abril em São Paulo, e logo depois foi distribuída para todo o estado, e ainda vem sendo distribuída.

Qual o intuito do projeto

O projeto quer levar alimentos para todas as famílias que são cadastradas no CadÚnico, e possuem renda de R$89,00 por pessoa mensal.

A distribuição de todas as cestas é realizada com total apoio da Assistência social Municipal e da Diretoria regional da Assistência social, e os pontos da distribuição são os bairros das famílias que são beneficiadas pelo Programas Sociais.

Requisitos necessários

Para que você receba e usufrua das cestas você precisa obter a renda que chegue apenas a R$89,00 per Capita, e apresentar nos pontos da distribuição, o seu número do NIS (número identificação social).

O que vem na cesta

A cesta para alimentação foi criada com a total ajuda e orientação de nutricionistas do Hospital israelita Albert Einstein e nela contém vários alimentos como:

  • Proteínas:
  • Ervilha;
  • Charque;
  • Lentilha;
  • Leite em pó;
  • Linguiça;
  • Sardinha;
  • Ervilha;
  • Sem contar nos outros alimentos como:
  • Biscoitos;
  • Arroz;
  • Farinha;
  • Macarrão;
  • Entre muitos outros.

Os alimentos da cesta são mais que suficientes para alimentar e sanar a fome de famílias que tenham até quatro pessoas.

Outros programas alimentação

Vale ressaltar que desde que a pandemia do corona vírus começou, o governo de SP já criou vários tipos de projetos para apoiar a população que possui uma renda mais baixa.

E vários deles consistiam em distribuir alimentação e cessar a fome, bons exemplos são o Viva leite, que foi ampliado para ajudar todo cidadão nessa época difícil, e o Bom Prato express.

Vale ressaltar que você ainda pode conseguir sua cesta da alimentação por meio das escolas da sua cidade, pois algumas escolas também estão distribuindo várias cestas alimentícias, no intuito de ajudar aquelas crianças que muitas vezes só se alimentavam bem na escola, já que a mesma dispõe de café da manhã e almoço para os alunos.

Para saber se a escola que seu filho estuda está distribuindo as cestas, você pode ser contatado pela própria escola, mas você também pode ligar ou ir até a escola e perguntar se a mesma aderiu a doação de cestas.

Folha Sudoeste


Leia Este

Aumento do combustível frustra os planos de quem deseja comprar carro

Aumento do combustível frustra os planos de quem deseja comprar carro

O sonho de todo o jovem brasileiro ao completar sua maioridade, é tirar sua licença …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *