Home / Investimentos / Bancos digitais são confiáveis?

Bancos digitais são confiáveis?

Os bancos digitais são uma alternativa moderna e conveniente para os bancos tradicionais, e podem ser uma opção confiável para muitas pessoas.

Esses bancos, em geral, oferecem serviços financeiros de forma online, sem a necessidade de uma agência física, o que pode tornar as operações mais ágeis e menos burocráticas. Além disso, muitos bancos digitais oferecem taxas mais competitivas, produtos personalizados e uma experiência do usuário mais amigável.

Pensando nisso, é que criamos este conteúdo, para comentar alguns detalhes que são importantes para definir quando abrir uma conta em banco digital.

Por que as contas digitais seguem em alta?

As contas digitais continuam crescendo por vários motivos, entre eles:

  1. Praticidade: As contas digitais oferecem uma experiência do usuário mais amigável e menos burocrática, permitindo que os clientes possam fazer transações financeiras de forma rápida e conveniente, diretamente pelo celular ou computador, sem precisar ir a uma agência física.
  2. Baixo custo: Em geral, as contas digitais possuem taxas mais competitivas do que as instituições financeiras tradicionais, oferecendo muitos serviços sem cobrança de tarifas, como transferências, saques, emissão de boletos, entre outros.
  3. Mais opções de produtos e serviços: As contas digitais oferecem uma ampla variedade de produtos e serviços financeiros, como empréstimos, investimentos, cartões de crédito, entre outros. Esses serviços são personalizados de acordo com as necessidades e preferências do cliente.

Como funcionam na prática as contas digitais?

As contas digitais são uma opção moderna e conveniente para os serviços bancários tradicionais, oferecendo uma ampla gama de serviços financeiros através de plataformas online e móveis.

  • Cadastrar contas e pagar faturas do cartão por débito automático;
  • Acompanhar em qualquer período o seu extrato financeiro;
  • Receber e fazer transferências para qualquer conta sem custos;
  • Realizar saques dentro do Banco 24h.

As contas digitais são uma alternativa moderna e conveniente para as instituições financeiras tradicionais, oferecendo uma ampla gama de serviços e benefícios que podem atender às necessidades de diferentes perfis de clientes.

O que define que uma conta digital é segura?

A resposta para definir que uma conta digital seja segura, é analisar se todas as suas transações financeiras estão dentro da política de proteção de dados. Para afirmar isso, vamos comentar sobre fatores de segurança que confirmam que um banco digital é de fato seguro.

Seguir as regras do Banco Central

Sim, os bancos digitais precisam seguir as mesmas regras e regulamentações do Banco Central do Brasil (BCB) que se aplicam às instituições financeiras tradicionais.

Os bancos digitais são regulamentados pela Resolução nº 4.658, de 26 de abril de 2018, que estabelece os requisitos para a constituição, autorização para funcionamento, operação e fiscalização das Instituições de Pagamento (IP) e Instituições de Pagamento Eletrônico de Moeda Eletrônica (IPEM) no Brasil.

Em resumo, os bancos digitais estão sujeitos às mesmas regulamentações e regras que as instituições financeiras tradicionais, garantindo a segurança e a transparência das operações financeiras e a proteção do consumidor.

Garantir a proteção do usuário

Bs bancos digitais geralmente possuem sistemas de segurança avançados para garantir a proteção dos dados dos usuários.

Isso ocorre por que as fintechs costumam utilizar criptografia e outros protocolos de segurança para proteger as informações dos usuários. Além disso, eles normalmente possuem equipes especializadas em segurança cibernética para monitorar e prevenir possíveis ataques.

O que ocorre se o banco digital falir?

Se um banco digital falir, existem mecanismos de proteção ao consumidor que são acionados para garantir a segurança dos recursos dos clientes.

Os bancos digitais, assim como as instituições financeiras tradicionais, são regulamentados pelo Banco Central do Brasil (BCB) e são obrigados a aderir ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que é uma entidade privada sem fins lucrativos que oferece proteção aos depositantes em caso de falência da instituição financeira.

O FGC garante aos clientes de instituições financeiras até R$ 250 mil por CPF ou CNPJ em cada instituição financeira.

Deixe Uma Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Pesquise No Site Aqui

Categorias Folha Sudoeste

x

Check Also

BNDES LCD Investimento Proposto Título Sem Imposto De Renda

Novo Título De Investimento Do Governo Federal BNDES LCD

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES apresentou ao Congresso Nacional propostas ...