fbpx
Governo Federal define datas do 13° salário do INSS

Governo Federal define datas do 13° salário do INSS

Assim como aconteceu em 2020 após o início da pandemia, essa medida do INSS que irá acontecer pelo segundo ano seguido visa animizar os impactos financeiros. A liberação irá acontecer ainda neste segundo trimestre.

De acordo com o Governo Federal, a primeira parcela deverá ser distribuída ainda no final de abril e a segunda parcela no final de maio. Porém com os atrasos frequentes que o orçamento da União vem apresentando, pode ser que os pagamentos terminem em junho.

Quando e como foi definida a aprovação do orçamento?

O orçamento foi aprovado em 25 de março, com um déficit fiscal de R$ 247,1 bilhões e isso inviabilizou o pagamento aos beneficiados.

O calendário é definido pela Secretaria da Previdência, que inclusive criou o decreto que define a antecipação do pagamento do 13° salário do INSS. Veja abaixo o calendário para quem recebe até R$ 1.100,00 e quem vai até o teto do INSS.

Número final ABRIL MAIO
1 26/abr 25/mai
2 27/abr 26/mai
3 28/abr 27/mai
4 29/abr 28/mai
5 30/abr 31/mai
6 03/mai 01/jun
7 04/mai 02/jun
8 05/mai 04/jun
9 06/mai 07/jun
0 07/mai 08/jun

Calendário para quem recebe mais de R$ 1.100,00

Número final Abril aio/21
1 e 6 03/mai 01/jun
2 e 7 04/mai 02/jun
3 e 8 05/mai 04/jun
4 e 9 06/mai 07/jun
5 e 0 07/mai 08/jun

Definida nova margem de crédito consignado

Até o presente momento, não tivemos a antecipação da liberação da proposta que iria aumentar a margem de empréstimo consignado. O Governo planeja fazer uma liberação de 35% a 40% da quantia do INSS para que os segurados tenham margem consignado.

Como funcionava o crédito consignado? Antes os aposentados e pensionistas do INSS tinham a possibilidade de comprometer até 35% do benefício. Essa quantia ficava disponível para a contratação de empréstimos. Deste percentual, até 5% era usado em cartões.

Como passa a ser agora? Com a nova medida, os beneficiários agora podem comprometer até 40% do benefício. O que muda é o valor de empréstimo, de 30 para 35%. O valor percentual para cartão irá permanecer o mesmo.

INSS promete mais mudanças em breve

Se a medida de autorizar a antecipação do 13° salário aos aposentados e pensionistas já foi uma medida vista de forma positiva, o INSS agora programa fazer alterações no tempo de espera para a concessão do Auxílio Doença. Agora o tempo de espera irá mudar e beneficiar mais pessoas.

Porém como ainda não se tem uma informação precisa de quando a mudança irá acontecer, por agora apenas estão sendo feitas previsões por especialistas da previdência e dos planos do atual Governo.

O Brasil conta com 598 mil pessoas nessa encômoda fila. Atualmente um trabalhador que faça o requerimento do Auxílio Doença leva em média de 9o dias para receber o benefício.

O Auxílio Doença gerou muitas dúvidas principalmente após as paralizações dos atendimentos presenciais no INSS por conta do Coronavírus. Muitos desses serviços ficaram congestionados e deixaram muitos brasileiros irritados pela demora no atendimento e para o desfecho das ocasiões.

A cereja do bolo foram as perícias virtuais. Os õrgãos federais estão exigindo que esse atendimento seja feito online, porém o próprio INSS desistiu da idéia posteriormente.

Folha Sudoeste


Leia Este

Etec Cursos Gratuitos Governo SP

Inscrição Cursos Gratuitos Etec Em São Paulo 2022

Cursos Técnicos Gratuitos Etec em São Paulo Você por acaso já conhece os cursos da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *