fbpx
Porto Alegre tem a cesta básica mais cara do país

Porto Alegre tem a cesta básica mais cara do país

Se você é uma pessoa que depende de uma cesta básica para sobreviver, ou melhor dizendo, se você compra uma delas para alimentar sua família, tudo bem, várias pessoas compram ou até mesmo as ganham. Todavia, se você mora no Rio Grande do Sul, mais precisamente na capital gaúcha à cidade de Porto Alegre, você paga pela cesta básica mais cara do Brasil!

Em maio de 2021, a cidade de Porto Alegre foi considerada a cidade que possui a cesta básica mais cara de todo o Brasil. Pois bem, é isso que aponta as pesquisas feitas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Entenda a média que define Porto Alegre como a cesta básica mais cara do país

Esse estudo foi feito em todas as 16 (dezesseis) capitais brasileiras e fazendo assim a capital gaúcha liderar entre as cestas básicas mais caras. Após os estudos feitos, a cesta básica em Porto Alegre custa na base média de R$ 636,96 (seiscentos e trinta e seis reais e noventa e seis centavos), considerando os estudos e dados do mês de maio.

Logo abaixo vem a capital do Estado São Paulo, a cidade de São Paulo. Porem a diferença é de centavos, por lá a cesta básica custa em média de R$ 636,40 (seiscentos e trinta e seis reais e quarenta centavos). Depois da capital paulista, se tem a capital catarinense, a cidade de Florianópolis tem a terceira cesta básica mais cara do país, lá o valor médio é de R$ 636,37(seiscentos e trinta e seis reais e trinta e sete centavos). Percebemos, a diferença entre elas é de centavos, todavia centavos a mais ou a menos fazem a diferença.

Valores da cesta básica para família de até quatro pessoas

Após essa breve informação, vamos para outro ponto, da cesta básica e esses valores, são de uma cesta para uma família de quatro pessoas. Esses números podem tanto subir quanto descer, isso depende da quantidade de alimento que você adquirir, todavia pode se tirar uma base de preço, pelos dados apresentados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.

Com tudo isso podemos tirar uma lição, que dá para tirar e se entender é que os valores estão muito elevados para uma grande parcela da população das capitais brasileiras. Muita gente, ou seja, boa parte da população por exemplo, não consegue juntar esse valor da cesta básica durante o mês. Neste sentido, isso tem o significado de argumentar que essas pessoas não estão se alimentando como deveriam se alimentar.

Para finalizar, vamos ver agora o valor da cesta básica em todas as capitais dos estados brasileiros e com isso vamos ter todas as nossas dúvidas sanadas. Vejamos os dezesseis estados que de acordo com a pesquisa feita pelo Dieese:

  • Porto Alegre: R$ 636,96
  • São Paulo: R$ 636,40
  • Florianópolis: R$ 636,37
  • Rio de Janeiro: R$ 622,76
  • Vitória: R$ 616,96
  • Curitiba: R$ 608,89
  • Brasília: R$ 588,24
  • Campo Grande: R$ 575,01
  • Goiânia: R$ 564,04
  • Fortaleza 532,21
  • Belém 515,84
  • Natal 501,70
  • João Pessoa 491,63
  • Recife 480,80
  • Salvador 470,14
  • Aracaju 468,43

Além de apresentar as capitais com a cesta básica mais cara, também se mostra que a cidade de Aracaju possui a cesta básica mais barata entre os outros estados.

Para considerações finais, vemos que o Auxílio Emergencial de R$ 375 (trezentos e setenta e cinco reais), não serve nem para a compra de metade de uma cesta básica. O Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que se pode ter a possibilidade se prorrogar o auxílio por dois ou três, porem ele não falou em aumento do auxílio emergencial

Folha Sudoeste


Leia Este

Conecte SUS Controle De Vacinas

Comprovante Da Vacinação Pelo Conecte SUS

Conecte SUS Aplicativo para fazer Cadastro De Vacina Para Covid-19 conforme o calendário vigente e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *