fbpx
Aplicativo CONECTE SUS - Quando deverá normalizar?
Aplicativo Conecte Sus.

Aplicativo CONECTE SUS – Quando deverá normalizar?

De acordo com o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o aplicativo Conecte SUS, que foi desenvolvido pelo Governo Federal  e que contém dados sobre a saúde da população brasileira e o comprovante de vacinação contra a Covid-1 deveria ter retornado em seu pleno funcionamento ainda antes do natal, porém isso não ocorreu.

Segundo o Ministro, a nova data de previsão de retorno foi informada pelos técnicos que estão trabalhando para reestabelecer o sistema.

No último dia 10 de Dezembro, o site e o aplicativo Conecte SUS sofreram ataques de hackers e, nos dias seguintes, de acordo com o Governo Federal, houveram outras tentativas de invasão aos sistemas. Desde o dia dos ataques até hoje, apenas os dados referentes à vacinação contra a Covid-19 foram recuperados.

Durante a declaração, Marcelo Queiroga ainda afirmou que o Governo vem trabalhando arduamente para retornar com as atividades do site e do aplicativo Conecte SUS.

Ainda segundo o Ministro, foi-lhe repassado que ainda na última quarta-feira (22) as coisas estariam resolvidas. Mas, o mesmo também declarou que não podemos nos apegar a uma data de forma concreta, uma vez que na semana passada já foi declarado que o funcionamento retornaria no último fim de semana e o sistema sofreu ataques de hackers novamente.

A ANVISA também sofreu ataques

Durante suas declarações ainda na manhã desta segunda-feira, Marcelo Queiroga também falou sobre as ameaças de morte que os diretores e servidores da ANVISA vêm sofrendo nos últimos dias.
Segundo ele, os autores das ameaças são grupos de pessoas que não são a favor da vacinação em crianças no combate a Covid-19.

O Ministro disse que o próprio sofre constantes ameaças também e que todos os funcionários públicos envolvidos estão trabalhando para resolver todas as questões referentes à pandemia, mas que a Polícia Federal também deverá estar envolvida.

Durante a entrevista, Marcelo Queiroga também foi questionado sobre a responsabilidade do Presidente Jair Bolsonaro nos últimos ataques sofridos. Segundo ele e, como todos nós sabemos, o Presidente não é a favor da vacinação em crianças.
Na última quinta-feira, o Presidente discursou em tom intimatório após a ANVISA anunciar que a vacina da Pfizer havia sido liberada para ser aplicada em crianças de 5 a 11 anos de idade.

Presidente Jair Bolsonaro não pareceu se preocupar muito com a precariedade do CONECTE SUS

Durante uma transmissão ao vivo, o Presidente Jair Bolsonaro afirmou que não sabe como essa decisão esta conclusão foram tomadas, se foi pelo corpo técnico ou pelos diretores e o presidente da ANVISA. Mas, que vai estudar juntamente com sua esposa qual a decisão mais correta a ser tomada, já que a responsabilidade pela aplicação das vacinas em crianças será inteiramente dos pais e responsáveis.

O Ministro da Saúde se mostra a favor da divulgação dos nomes dos técnicos responsáveis pela decisão, mas que não sabe se as últimas declarações do Presidente têm a ver com os ataques que o corpo técnico da ANVISA vem sofrendo.
Para finalizar, o Ministro declarou que o serviço público é caracterizado por tornar público todos os seus atos.

Portanto, todos os técnicos devem sim ter seus nomes divulgados quando se envolvem em processos administrativos.
Isso só não deverá acontecer em processos administrativos que são mais restritos. Ter seus nomes ligados a atos da administração é um requisito que consta na Constituição Federal.

Conclusão

E aí, você também teve problemas para acessar o aplicativo Conecte SUS? Conta pra gente.
Vamos aguardar para saber se, assim como o Ministro assegurou, o aplicativo deverá retornar com o seu funcionamento ainda em 2021. Até breve!

Folha Sudoeste


Leia Este

Quase 5 mil voos no mundo são cancelados em virtude da variante ômicron

Quase 5 mil voos no mundo são cancelados em virtude da variante ômicron

De acordo com um apontamento recente que foi divulgado pela Flightaware, pelo menos 2 mil …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *