fbpx
RN Mais Vacina

Como Cadastrar No Sistema De Vacinas No RN Mais Vacina

RN Mais VacinaFoi criado no Rio Grande do Norte o sistema RN Mais Vacina, que terá a função de monitorar o processo de vacinação contra a Covid-19 em todo o Estado. Ele já está no ar e pode ser acessado pelos potiguares, que poderão através dele fazer seu cadastro. Trata-se de um cadastro prévio que vai ajudar na logística da vacinação, evitando aglomerações. Quem não conseguir fazer o cadastro de casa, poderá fazê-lo nas unidades de saúde.

O RN Mais Vacina irá registrar a chegada da vacina enviada pelo Governo Federal, sua transferência aos 167 municípios e a sua aplicação, que será feita pelas secretarias municipais de saúde. Trata-se também de um importante mecanismo de controle e acompanhamento do desenvolvimento da campanha de vacinação pelo Estado.

As pessoas poderão se cadastrar com os dados pessoais e, a depender do caso e nas próximas etapas da vacinação, inserir informações quanto aos grupos de risco e comorbidades. Como se sabe, a primeira etapa dessa vacinação está restrita restrita aos grupos prioritários. Contudo, é recomendado que todas as pessoas façam o cadastro prévio, que irá auxiliar na criação de um banco de dados com o perfil da população potiguar.

Diante de casos de fraudes com falsos cadastros de vacina contra a Covid-19, é preciso reforçar que tais cadastros só são verdadeiros quando partem de órgãos governamentais, como é o caso do RN Mais Vacina.

Como fazer o cadastro?

Primeiramente, a pessoa deverá entrar no site do RN + Vacina: www.rnmaisvacina.lais.ufrn.br/cidadao/, e lá fazer seu cadastramento. O cadastro é bastante simples, bastando inserir alguns dados. É recomendado que ele seja feito por todos os cidadãos que tiverem mais de 18 anos, ainda que sejam pessoas fora de qualquer grupo de risco.

O Governo do Rio Grande do Norte esclarece, contudo, que quem não fizer o cadastro no RN + Vacina não ficará sem a vacina contra a Covid-19. O cadastro poderá ser feito a qualquer momento, como no ato da vacinação, pela unidade de saúde ou secretaria municipal de saúde próxima.

Cabe salientar ainda que o cadastramento não altera a ordem de vacinação, que irá obedecer as etapas já estabelecidas. Por fim, é necessário ainda reforçar que mesmo profissionais de saúde e grupos prioritários como indígenas ainda precisam do cadastro, e a orientação para que ele seja feito vale sobretudo porque com ela a eficácia da campanha poderá ser melhor monitorada.

Passo a passo

O Governo do Rio Grande do Norte disponibilizou um vídeo ensinando a fazer o cadastro:

Folha Sudoeste


Leia Este

Tempo de Aprender Curso De Alfabetização

Tempo De Aprender Cursos Para Desenvolvimento Da Educação

Programa Tempo De Aprender Cursos Para Desenvolvimento Da Educação disponibilizado pelo MEC de forma gratuita …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *