fbpx
Carteira de Trabalho

Paraná anuncia criação de 17 mil novos empregos

O Paraná registrou pelo terceiro mês consecutivo uma alta significativa na produção de empregos. Somando as admissões e demissões, o Estado conseguiu abrir 17.061 postos de trabalho em agosto, sendo que isso representa um aumento de 93% se for tomar como base o mês de agosto, que gerou 8.833 vagas em todo o estado.

Desde o início da pandemia do Coronavírus que se deu entre março e a abril, o estado entre as quatro melhores federações do país, apenas atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Estes dados foram divulgados no final do mês de setembro pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Você poderá conferir vagas de empregos pelo site do Governo o Ministério da Economia: www.servicos.mte.gov.br/. É preciso fazer cadastro no site Gov BR, se já tiver é só entra.

Comentários segundo o Governador do Estado

O Governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, falou sobre a evolução dos postos de trabalho em seu estado  e como isso vem melhorando a qualidade de vida de todos os paranaenses. A criação que já era grande em Julho, para os meses de agosto e setembro teve uma produção dobrada, isso em plena pandemia. Para que se tenha uma ideia, os estados do Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul, todos juntos, geraram apenas 684 vagas a mais que o Paraná.

Estes números são bastante representativos e significativos, que mostram que as decisões tomadas pelo Governo do Estado estavam certas, mesmo diante de um cenário de incertezas decorrente da pandemia. A evolução é nítida e esperamos fechar o ano com uma taxa ainda mais robusta”, disse o governador.

Ainda também segundo a fala de Ratinho Júnior, o bom desempenho da economia também reflete na possibilidade de investimentos. O Estado tem investido fortemente na criação de novos empreendimentos, com foco para o desenvolvimento do setor imobiliário, algo parecido com o que vem acontecendo no litoral catarinense.

Recursos federais serão usados para a Infraestrutura do Estado

Empréstimos de mais de R$ 1 bilhão foram pedidos junto a Bancos estaduais e federais, com o objetivo de ampliar a recuperação e também melhorar estradas já existentes, com foco nos eixos de produção e na reurbanização do litoral do Paraná, como o acesso da capital Curitiba até Paranaguá.

Nós estamos em um processo de diminuição da máquina do estado e visando facilitar a vida de quem quer empreender no Paraná, gerar empregos e maior qualidade para todos os paranaenses. Não vejo nenhum melhor política social do que o emprego“, afirmou Ratinho Júnior.

Veja onde poderá ter a sua vaga de emprego

Pesquise vagas pelas página:

Municípios que mais geraram postos de trabalho

A Capital paranaense foi a que mais gerou empregos, com 3.219. Após Curitiba, vemos Ponta Grossa (1220), Londrina (1198) e Maringá (772). Foz do Iguaçu não aparece na lista e uma das principais justificativas da Prefeitura da cidade foi que o turismo, principal atividade econômica da região, se viu muito afetado por conta da pandemia nesse ano.

Até o presente momento (03-11-2020), o estado registrou 182.203 casos de COVID-19 e com um total de 4.560 mortos.

Folha Sudoeste


Leia Este

Aumento do combustível frustra os planos de quem deseja comprar carro

Aumento do combustível frustra os planos de quem deseja comprar carro

O sonho de todo o jovem brasileiro ao completar sua maioridade, é tirar sua licença …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *