fbpx
Quase 5 mil voos no mundo são cancelados em virtude da variante ômicron

Quase 5 mil voos no mundo são cancelados em virtude da variante ômicron

De acordo com um apontamento recente que foi divulgado pela Flightaware, pelo menos 2 mil trechos foram abortados somente neste feriado de natal, sendo que 700 destes tinham como origem ou destino os Estados Unidos.

As companhias aéreas anunciaram o cancelamento dos 4.500 voos durante a sexta-feira (24) e este sábado de natal (25), além de que milhares de viagens passaram por atrasos em virtude da expansão da nova variante da Covid-19 Ômicron. O site Flightaware trabalha com o rastreamento de voos em tempo real.

Somente na sexta-feira, foram registrados quase 2.400 cancelamentos e houve registros de outros 11.000 atrasos. Algumas companhias aéreas foram ouvidas por agências internacionais, mencionando que o medo está na infecção da nova onda da pandemia, que pode afetar em especial as tripulações.

United Airlines foi a companhia mais afetada pelo avanço da Ômicron

Somente a United Airlines teve de tomar a medida de cancelar 200 voos na última sexta-feira e neste sábado, correspondendo a 10% de todos os seus trechos da programação. O pico de casos de Ômicron está acontecendo em todo os Estados Unidos, tendo um impacto direto tanto para a tripulação como também para as pessoas que estão dirigindo essas operações.

Outra companhia que também teve de cancelar um alto número de voos foi a Delta Airlines, que cancelou 260 voos por conta da expansão da variante. As equipes da Delta revelaram que esgotaram todas as suas opções e recursos.

A Alaska Airlines também informou que cancelou mais de dez voos, depois de que alguns dos seus funcionários relataram que estariam “expostos ao vírus” e precisaram se isolar. Com os cancelamentos, infelizmente muitas pessoas acabaram sendo afetadas nos seus planos de final de ano, já considerando que o Natal de 2020 já foi muito prejudicado por conta da pandemia.

Companhias aéreas da China também foram afetadas

Assim como nos Estados Unidos, as companhias aéreas da China também foram bastante afetadas. A China Eastern cancelou 480 voos, enquanto que a Air China informou que precisou cancelar cerca de 15% dos seus voos.

De acordo com as estimativas da Associação Automobilística Americana (AAA), mais de 109 milhões de norte-americanos pretendem deixar a sua área de residência, seja por avião, trem ou carro, durante os dias 23 de dezembro até o próximo dia 02 de janeiro, o que representa um aumento de 34% em relação ao ano passado.

A maioria dos voos haviam sido programados antes do surto da nova variante ômicron, e se entende que a maior preocupação é de que a variante está se estendendo em grande velocidade e poderá ser mais contagiosa do que as anteriores, como por exemplo a Delta.

Variante se mostra como um obstáculos as festividades

As festividades de natal acabaram sendo prejudicadas no mundo todo pelo segundo ano consecutivo, sendo que igrejas e diversas cidades, como Frankfurt, Londres e Boston, foram forçadas a cancelarem os seus cultos.

Na Alemanha, os fiéis passaram por muitas restrições de rigor para controlar os novos casos de Covid-19. Algumas igrejas pediram testes de Covid-19 ou Comprovante Da Vacinação para que pudessem adentrar. Na Bélgica, chamou atenção o que ocorreu na cidade de Antuérpia, onde as pessoas penduraram as árvores de natal de cabeça para baixo como uma forma de protesto pelo fechamento de atividades culturais.

Folha Sudoeste


Leia Este

Quase 5 mil voos no mundo são cancelados em virtude da variante ômicron

Governo do Reino Unido cita alta taxa de reinfecção por Covid-19: País já soma alto número de hospitalizados por nova variante

A variante ômicron, também conhecida como B.1.1529, teve o seu primeiro caso reconhecido pela Organização …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *