fbpx
Real Digital: Veja os detalhes de como será a moeda digital do Banco Central

Real Digital: Veja os detalhes de como será a moeda digital do Banco Central

O real digital segue em fase de testes e será uma moeda emitida pelo Banco Central do Brasil, com previsão de que uma fase oficial de testes seja lançada ainda em 2022. A previsão é de que o sistema seja implementado até 2024, claro que dependendo de uma reeleição ou não de Jair Bolsonaro, ou mesmo que o novo Presidente demonstre as suas 

De fato, os meios de pagamento digital estão cada vez mais se expandindo em todo o mundo, sobretudo desde o momento que passamos de dois anos com Covid-19 e onde as pessoas aprenderam por segurança ou não a realizar pagamentos sem contato direto.

Veja como o Banco Central está realizando os estudos do real digital

O Banco Central tem feito estudos e testando diferentes mecanismos para implementar o real digital, assim como o que está acontecendo em outros países com economias fortes. Em agosto de 2020, o BC criou um grupo de trabalho para focar especificamente no projeto da emissão do real digital.

Ao que tudo indica, entre as muitas discussões que envolvem o real digital e que estão avançando, destaque para algumas datas como a publicação das diretrizes do real digital que teve a sua publicação em maio de 2021. Desde então os debates aumentaram sobre como está o avanço para a criação da moeda digital fiduciária do país.

Quanto ao valor, ele vai ter paridade com o real. Ou seja, o mesmo R$ 1 da moeda física será igualado ao da moeda tradicional. O Banco Central do Brasil tem como previsão implementar a moeda digital até outubro de 2024.

Muitos testes ainda vão ser feitos até a implementação oficial do BC

Até que de fato tenhamos a implementação do real digital, o Banco Central já garantiu que vai realizar mais rodadas para a avaliar a qualidade e o avanço do novo sistema de pagamentos, que inclusive promete ser mais avançado do que o Pix, com os estudos tendo como foco a melhoria do desenvolvimento da moeda digital.

Entre as vantagens que já foram validadas pelo Banco Central, o Real Digital vai trazer oferecer mais agilidade aos pagamentos, em um ritmo simular ou maior que o Pix, tentando se aprimorar mais do que as transações que ocorrem entre as criptomoedas.

Assim como a possibilidade de oferecer mais segurança e agilidade nas transações, o BC avalia que a emissão de real digital poderia ser benéfica para diminuir a quantidade de impressão em dinheiro físico, que acaba tendo um custo bem maior do que um sistema digital.

Redução da burocracia é a principal aposta do real digital

Outras vantagens que precisam ser observadas com a futura chegada do real digital é a possibilidade de diminuir ad burocracia e de se dar mais autonomia para os bancos em transações financeiras.

Outros pontos deverão ser anunciados em breve pelo BC e sobretudo em relação aos próximos avanços do próprio real digital. Vários países seguem avançando em relação aos seus projetos para a emissão da própria moeda digital, como a China que pretende introduzir em breve o yuan digital.

Folha Sudoeste


Leia Este

Salário mínimo vai chegar a 1.294?

Salário mínimo vai chegar a 1.294?

A última previsão estima que em 2023 o Salário mínimo vai chegar a R$ 1.294, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *