fbpx
Guedes pode diminuir IRPJ para 10% em 2022

Declaração do Imposto de Renda pode ser prorrogada novamente

Com a criação da PL 639/2021 que visa prorrogar mais uma vez a declaração do Imposto de Renda e desta vez para 31 de Julho, tudo irá depender de uma sanção do Presidente Jair Bolsonaro.

A Câmara dos Deputados já aprovou o projeto que agora depende da sanção do Presidente da República. Se isso acontecer, os brasileiros terão mais dois meses para reunir os documentos, entregar a declaração e pagar os tributos se for precis

Não é a primeira vez que acontece uma prorrogação do prazo da declaração

Certamente esse PL agradou muita gente. A data inicial para entregar a declaração era até 30 de abril, porém a Receita Federal decidiu prorrogar até 31 de maio, assim como aconteceu em 2020.

Vale salientar que mesmo que aconteça mais uma prorrogação para a entrega da declaração, o calendário para Restituição não irá ser alterado. Os cidadãos que entregarem a sua declaração dentro do período inicial, até 30 de abril, vão receber antes a declaração.

Os contribuintes que tiverem impostos a pagar, podem realizar os pagamentos sem multa até 31 de julho. Existe também a opção de parcelar o imposto em até 6 cotas, desde que não se prolongue além do ano corrente, 2021.

O autor deste projeto de lei foi o deputado Rubens Bueno, do Cidadania-PR. De acordo com o texto do projeto, se entende que existe a necessidade da extensão do prazo da declaração em virtude da pandemia do Coronavírus.

O que a Receita Federal implementou na Declaração do IRPF 2021

Mais uma novidade importante em relação da declaração do IR 2021, é que quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 22.847,76 e recebeu o Auxílio Emergencial durante o ano de 2020, deverá devolver o benefício e também dos seus dependentes caso ele tenha.

Outra situação que aconteceu durante o ano de 2020 e especialmente durante a pandemia, é a quantidade de brasileiros que abriram contas digitais em fintechs e bancos digitais como Nubank ou Banco Inter. Essas Instituições também fornecem os informes de rendimentos e através da conta nesses bancos ou fintechs, também agora é possível receber o valor da restituição.

Antigamente as restituições só podiam ser recebidas em contas-correntes e contas poupanças. Agora também pode escolher a opção “contas de pagamento”.

Fisco agora tem o campo de informe para criptomoedas

Com o crescimento desse mercado no país e uma aceitação por negociar criptos com mais facilidade do que no Mercado de Ações, a Receita Federal criou códigos específicos para a declaração desses ativos.

Veja aqui os termos e os respectivos códigos:

82 – Criptoativo Bitcoin: O Bitcoin é a criptomoeda mais valiosa e com maior número de transações nesse mercado;

82- Outros criptoativos: Outros criptoativos como LINK e XRP estão nessa lista e também devem ser precificados;

89- Demais criptoativos que não são considerados porém servem como tokens de utilidade, classificados como security tokens;

Fique atento no prazo de entrega. Mesmo com o prazo prorrogado até maio e que deve ser renovado até julho deste ano, reúna desde já os documentos e não atrase a sua declaração. Lembrando que alguns critérios mais simples te obrigam a declarar o Imposto de Renda, como simples operações na Bolsa de Valores.

Folha Sudoeste


Leia Este

Enquanto mais pobres sofrem, os mais ricos passam bem pela pandemia

Enquanto mais pobres sofrem, os mais ricos passam bem pela pandemia

Eles representam apenas 2% da população brasileira, porém os seus gastos equivalem a quase 20% …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *