fbpx
Gasolina e energia elétrica são os itens que mais pressionam a inflação no ano

Gasolina e energia elétrica são os itens que mais pressionam a inflação no ano

Vivemos em um país, cujo tem o desprazer de ser um dos países com maior inflação do mundo. Se hoje se por veras se tornasse possível fazer o cálculo de desconto da inflação, os itens mais inflacionados, como a gasolina, energia e a carne o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) tem acumulado nos últimos 12 meses em 4,37% ao invés do da taxa que já chega a 9,69%. O Estudo que fora feito pela Fundação Getúlio Vargas.

Se tem o entendimento de que se os preços tivessem mantidos estáveis, se teria uma inflação abaixo dos 5%, tal meta que fora estipulada pelo Governo no ano de 2021. Estudo que teve que foi feito pelo economista Robson Gonçalves e nesse estudo foi estudado vários itens, como: como a gasolina, etanol, diesel, botijão de gás, energia elétrica e carnes vermelhas.

Consumidor é quem paga pelo preço da inflação alta

E o maior afetado com essa inflação é óbvio, foi o consumidor brasileiro. E um dos produtos de maior consumo no mercado, o etanol, foi o que mais sofreu aumento em seu custo-benefício, com um aumento de 62,3%, seguido da gasolina que subiu 39,1% e do diesel com 35,42% de alta. Todavia mesmo não sendo a primeira colocada em aumento dos seus valores, a gasolina foi a que teve maior impacto com a inflação, com 2,34% de aumento.

O que se tem de mais grave com tal aumento da inflação, é que os produtos que mais inflacionaram, são que de via, são os mais utilizados no dia-a-dia do cidadão brasileiro, principalmente os menos afortunados, ou seja, os mais pobres. A inflação tem a sua medição feita pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que se tem a referência às famílias que recebem até 05 (cinco) salários-mínimos.

Para os estudiosos (economistas) a atual inflação tem um aspecto que a faz ser quase impossível passar ilesa, e isso tem uma significância de que mesmo com a alta dos preços e com um salário que não faça o acompanho, é praticamente impossível fazer com que os brasileiros parem de comprar carnes, parem de abastecer os seus carros e mesmo que achem opções mais em conta os salários mesmo assim não ira acompanhar, mesmo que de uma leve diferença entre os valores.

IPCA vêm subindo significativamente desde março

Contudo o IPCA, mostrou um acerto avanço significativo desde o mês de março deste ano, tendo ficado acima do teto estabelecido pelo Governo Federal que era ter no ano, um aumento que chegasse ao máximo 5%. Vários motivos são mostrados a respeito do aumento da inflação, um deles é a crise hídrica e de uma tensão política, que cuja afastou investidores estrangeiros para o país, e isso é um dos maiores problemas que o Brasil enfrenta. Se tem mostrado no último Boletim Focus emitido pelo Banco Central, se tem a projeção de uma inflação ao longo do ano passou de 7,58% para 8%.

Para 2022, a previsão também aumentou, de 3,98% para 4,10%. Os dois pontos desse aumento, a gasolina e a energia elétrica ao longo de 2021, está se mostrando como um agravante pelo ponto de vista mais extra, pelo fato de serem itens essenciais, estando entre os itens que são calculados pelo IBGE para medir o IPCA mensal. A gasolina tem um peso de 5,98% e a energia elétrica fica com 4,81%. Tendo assim um ponto de aumento forte, chegando ao pico e ate o ultrapassando.

Folha Sudoeste


Leia Este

Etec Cursos Gratuitos Governo SP

Inscrição Cursos Gratuitos Etec Em São Paulo 2022

Cursos Técnicos Gratuitos Etec em São Paulo Você por acaso já conhece os cursos da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *