fbpx
Veja o impacto para a economia brasileira com mais um ano sem festejos de Carnaval

Veja o impacto para a economia brasileira com mais um ano sem festejos de Carnaval

De acordo com a Confederação Nacional de Comércio e Bens, Serviços e Turismo, sem o período de festejos de Carnaval pelo segundo ano consecutivo, a economia nacional deverá deixar de arrecadar até R$ 3 bilhões. A medida foi tomada por estados e municípios visando controlar os casos de Covid-19, mesmo com 75% da população que está totalmente vacinada.

Das 27 capitais brasileiras, 24 delas e mais o Distrito Federal anunciaram oficialmente que em 2022 não vão celebrar o “período de folia”, impondo a proibição de blocos de rua e além de um limite máximo para pessoas que frequentem ambientes fechados. São Paulo e Rio de Janeiro anunciaram que os desfiles foram adiados para o próximo feriado de Tiradentes.

Carnaval brasileiro deverá recuperar as perdas somente nos próximos anos

O carnaval brasileiro ainda tem muito o que se recuperar nos próximos anos para que ele possa voltar ao nível que ele obteve no pré-pandemia. Caso não aconteça nenhum outro grande golpe sanitário para o futuro, se acredita que os R$ 7 bilhões que foram perdidos em receitas entre 2021 e 2022, vão ser recuperados dentro dos próximos três anos.

Entre os estados que serão os mais afetados sem o período de Carnaval, temos os estados da Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Pernambuco. Na Bahia, que é onde ocorre um dos maiores carnavais do país, a perda de arrecadação do último ano chegou a R$ 1,7 bilhão.

Economia do Rio de Janeiro deixa de arrecadar ganhos monumentais sem o Carnaval

Já a economia do Rio de Janeiro será novamente neste ano uma das mais impactadas pela ausência dos festejos de Carnaval, não bastando o que já havia deixado de movimentar em 2021, a estimativa que neste ano ocorra uma perda de R$ 5,5 bilhões. Esse valor é o equivalente a 1,5% do PIB do estado.

Em 2022, as expectativas apontam para um faturamento de até 20% inferior ao registrado em 2020, quando a festa movimentou R$ 4 bilhões na economia do estado. O último carnaval em São Paulo foi responsável por movimentar R$ 4,3 bilhões para a economia do estado. O carnaval de São Paulo segue sendo um dos mais importantes do país.

Sem carnaval, menos pessoas estão viajando

De acordo com a Associação Brasileira de Eventos, pelo menos 50 mil eventos que estariam relacionados ao Carnaval também não vão ser realizados, seja no período que antecede a festa, durante ou após. Para efeitos de comparação, no ano de 2019, 90 mil eventos marcaram as comemorações desse período festivo.

Não são apenas os desfiles de rua como de Recife e Salvador que estão deixando de acontecer, mas assim como os desfiles em São Paulo e Rio de Janeiro que foram adiados para o feriado de Tiradentes, além de festas por todas as regiões do país que estão sendo canceladas.

Ainda assim, o setor do turismo espera recuperar uma boa parte das percas que teve de lidar ao longo de 2021. Os bares e restaurantes estão se mostrando otimistas com a chegada do feriado, pensando que pela ausência da folia de rua, as pessoas vão procurar estes estabelecimentos para celebrar e marcar encontros.

Folha Sudoeste


Leia Este

Salário mínimo vai chegar a 1.294?

Salário mínimo vai chegar a 1.294?

A última previsão estima que em 2023 o Salário mínimo vai chegar a R$ 1.294, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *