fbpx
PIX Saque e PIX Troco: veja onde é possível utilizar

Febraban afirma que PIX tem aprovação de 85% dos brasileiros

O PIX, também conhecido como sistema de pagamentos instantâneos que foi criado em novembro de 2020, já conta com a adesão de cerca de 71% da população brasileira e sua aprovação cresceu 9 pontos nos último 12 meses, subindo de 76 para 85%.

Isso é o que indica a pesquisa Radar Febraban mais recente, elaborada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas para a Federação Brasileira de Bancos. Quer saber um pouco mais sobre quem anda utilizando o PIX atualmente, sobre os maiores golpes bancários e cibernéticos e ficar por dentro desse assunto? Continue a leitura com a gente.

Aprovação do PIX

De acordo com essa pesquisa, a aprovação do PIX entre os jovens com idades entre 18 e 24 anos alcançou quase que a totalidade das respostas (99%) e, já na faixa entre adultos de 25 a 44 anos, a aprovação foi de 96%. Em pessoas como Ensino Médio completo a aprovação do sistema de pagamento alcançou 90%, assim como também foi aprovado na mesma porcentagem por aqueles que recebem mais de 5 salários mínimos.

Os idosos com idade superior a 60 anos de idade são os que estão menos empolgados com as praticidades do PIX, e entre eles a aprovação é de 65% apenas.

E os golpes?

Também de acordo com a pesquisa, é possível saber que o número daqueles indivíduos que já passaram por golpes ou tentativas de fraude manteve-se estável se compararmos os números do mês de setembro (21%) e o atual (22%).
Pode-se afirmar que o público com idade maior ou superior a 60 anos é o mais susceptível para cair em golpes (30%).

Dentre aqueles indivíduos que sofreram tentativas de golpes, um pouco mais de dois terços (69%) afirmam nunca ter caído em fraudes antes, enquanto o restante afirma já ter passado por isso alguma vez na vida e perdido dinheiro. As clonagens de cartão de crédito e a troca de cartões seguem sendo os tipos de golpes mais comuns. O golpe da central falsa também aumentou drasticamente desde setembro (de 18 para 28%). As ocorrências que mencionam este tipo de golpe, geralmente apontam como vítimas pessoas com idade entre 45 e 59 anos.

Em terceiro lugar, podemos falar sobre o golpe do WhatsApp, onde se passam por pessoas conhecidas e pedem ajuda em dinheiro pelo aplicativo. O papel do setor bancário é informar, orientar e alertar os consumidores em relação aos golpes e isso foi destacado por mais da metade dos entrevistados. É quase que unânime atribuir a importância desse tipo de informação para prevenir e combater esse tipo de ocorrência.

Forte preocupação com a alta da inflação

A quarta edição do Radar Febraban foi realizada no fim de novembro e contou com 3 mil entrevistados nas cinco regiões do país e também avaliou a evolução das expectativas dos brasileiros no que diz respeito a situação econômica e sobre os bancos e consumos.

De acordo com a pesquisa, a alta da inflação que ocorreu recentemente pode prejudicar a alimentação e o consumo diário de cerca de 70% da população brasileira entrevistada. Outros 42% avaliam que sofrerão mais com a alta do combustível por conta da inflação.

Se a situação financeira melhorar e sobrar recursos do orçamento doméstico, grande maioria dos entrevistados afirmou que deseja investir na compra de imóveis. O segundo maior desejo é realizar investimentos bancários, realizar reformas em suas residências e aplicarem na poupança.

Segundo o levantamento, a percepção dos brasileiros poderá ter um peso por conta do impacto direto no poder de compra e na qualidade de vida da população. Porém, por outro lado, a pesquisa também sugere que o desejo dos consumidores em ter o seu próprio imóvel no próximo ano poderá alavancar o setor imobiliário.

O Radar Febran aponta ainda que a confiança da população nos bancos vem caindo desde o mês de setembro, passando de 60 para 58%. A confiança nas fintechs caiu de 59% para 56%. Quanto às empresas privadas em geral, a confiança manteve-se em 54%. O nível de satisfação da população com o atendimento prestado pelos bancos se manteve praticamente o mesmo do mês de setembro, caindo de 71% para 70%.

Conclusão

E você, utiliza o PIX como forma de pagamento? Já teve alguma frustração em relação a este tipo de sistema?
Conte aqui para a gente. Até a próxima!

Folha Sudoeste


Leia Este

Salário mínimo vai chegar a 1.294?

Salário mínimo vai chegar a 1.294?

A última previsão estima que em 2023 o Salário mínimo vai chegar a R$ 1.294, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *